Ministerio ao Pé da Cruz

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Estudo da Palavra de Deus



FAZENDO PLANOS SEGUNDO VONTADE DO SENHOR
Provérbios 16:1

Esse verso é muito conhecido e citado, mas pouco praticado. Salomão nesse verso mostra o contraste entre o Senhor e o homem. Ele afirma o desejo humano de fazer e acontecer, mas entre o plano do homem está domínio do Senhor.
Penso que nesse começo de ano, você já traçou seus planos, afinal essa atitude traz motivação na vida. O senhor nos permite tal coisa faz bem.
Agora que precisamos e fazer nossos planos e colocar sob o altar do Senhor, para se pego de surpresas.
Nessa manhã quero com os irmãos aprender, porque resposta certa vem do Senhor.
1 O SENHOR AGE VISANDO UM PROPÓSITO DEFINIDO
A resposta do Senhor é certa, porque visa um propósito. Deus não faz nada apenas por fazer, cabe a nós entendermos isso. Salomão como um homem experiente e o que descobrir essa verdade. O Cristão também sabe que seus planos e desejo devem ser conferidos pelo Senhor. O Senhor dará resposta favorável, visando um propósito na vida de seu servo. Como Deus vai alguma coisa que tanto desejo que vai fazer mal.
Se Deus tem um propósito nos meus planos certamente a resposta virá, com finalidade certa. Hoje temos muitas pessoas forçando a barra com Deus com seus caprichos. Não devemos agir assim 2 Ts 1:11-12, Hb 6:7
2 O SENHOR NÃO AGE PRECIPITADAMENTE EM NADA
O Senhor dará resposta certa, porque não faz nada precipitado, todos nós agimos de forma precipitada, cometemos grandes erros por isso. Hoje tudo deve ser resolvido rapidamente, na podemos pensar, significa perder tempo. A maioria das pessoas quer tudo pra ontem, ainda afirmam.
O precipitar traz sérios problemas na vida profissional, sentimental, espiritual
Não temos paciência de esperar resposta do senhor, tomamos nossa própria decisão achando que estamos certos. Precisamos aguardar pelo Senhor.  Saul perdeu o trono por ser precipitado. 1 Sm 13:12-13 Pv 19:2
Jesus não precipitou em nenhum momento Jo 2:4
Para nossa felicidade Deus não responde de forma precipitado.
3 O SENHOR AGE COM PERFEIÇÃO EM SEU CAMINHO
Deus é perfeito por isso sua resposta não pode ser diferente. Salomão descobriu também isso, devemos entender que ser bem sucedido aceitar vontade de um Deus perfeito. Deus não erro como explicar resposta de Deus que tornaram um erro na vida de alguns. Deus quis assim, eu busquei o Senhor, foi da vontade de Deus, não acredito.
Existe da nossa parte negligência insistimos em fazer nossa vontade é claro. O Senhor nunca mudará seus caminhos é perfeito. Pela sua perfeição não existe resposta errada. O homem por ser imperfeito deseja realizar seus desejos qualquer forma. Andar com Deus implica em perfeição. No Senhor não existe falha, nós é que somos muito pequenos diante dele. Gn. 17:1 2 Sm 22:31
4 O SENHOR AGE VISANDO O MELHOR PARA SEUS SERVOS
Sabemos que Deus quer o melhor para seus servos não temos dúvida. A vontade de Deus o tempo dele visa em conceder o melhor. O grande problema é que não colocamos em prática na vida. O que é ruim nós buscamos por nossa própria conta. Somos conhecedor de vários textos, cantamos letãs com essa mensagem, o difícil é conseguir entender essa verdade.
Muitas vezes pensamos que Deus nos esqueceu que não responde nosso pedido, pelo contrário, Deus está livrando de coisa ruim. Você já pensou se Deus nos tivesse concedido todos nossos pedidos. Hoje também, nós gostaria de livrar muitos deles. Is 1:19 Sl 84:11
CONCLUSÃO: Portanto não devemos deixar de fazer nossos planos. O que devemos é estar aberta a resposta do Senhor seja ela positiva ou negativa.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

20/03/2012
JESUS, O DOGMÁTICO:
Dogmático: É aquele que defende a existência de verdades absolutas. Jesus Cristo mostrou-se dogmático em matéria sw religião, segundo o registro dos evangelistas. vejamos alguns exemplos.
1 - Quanto ao Conhecimento de Deus:
(MT 11:27) - Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
(JO 17:3) - E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.
2 - Quanto ao Caminho para se chegar até Deus:
(JO 14:6) - Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.
(MT 7:14) - porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.
3 - Quanto a Natureza Pecadora do Homem:
(MC 7:15) - Nada há fora do homem que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai do homem é o que o contamina.
(JO 8:34) - Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado.
4 - Quanto a Possibilidade do Homem produzir a sua Própria Salvação:
(MT 19:25) - Ouvindo isto, os discípulos ficaram grandemente maravilhados e disseram: Sendo assim, quem pode ser salvo?
(MT 19:26) - Jesus, fitando neles o olhar, disse-lhes: Isto é impossível aos homens, mas para Deus tudo é possível.

(JO 6:44) - Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.
5 - Quanto a Possibilidade de servir a dois Senhores Simultaneamente:
(MT 6:24) - Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.
(MT 16:24) - Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.
6 - Quanto a Adoração de Deus:
(JO 4:23) - Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores.
(JO 4:24) - Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.

(MT 4:10) - Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.
7 - Quanto a Possibilidade de um Cristão perder a sua Salvação ou mudar de Senhor:
(JO 6:37) - Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora.
(JO 10:29) - Aquilo que meu Pai me deu é maior do que tudo; e da mão do Pai ninguém pode arrebatar.
8 - Quanto a Possibilidade de Satisfação Espiritual Fora de Jesus Cristo:
(JO 3:36) - Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.
(JO 6:35) - Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede.
9 - Quanto a Certeza da Ressurreição do Corpo e o Julgamento Final:
(JO 5:28) - Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão:
(JO 5:29) - os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo.

(MT 25:46) - E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna.
10 - Quanto ao Amor de Deus pelo Pecador:
(JO 15:13) - Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos.
(JO 3:16) - Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

20/03/2012
IMPLICAÇÕES NA VIDA DE QUEM TEM POSTO A MÃO NO ARADO
Lucas 9:62
Dos quatros evangelhos encontramos estas palavras de Jesus somente nesta passagem de Lucas. Nela Jesus deixa bem claro como é necessário o cristão superar os obstáculos que encontra na vida, quando está disposto a seguí-lo.

Todos nós sabemos que a vida cristã exige muita perseverança e determinação da nossa parte, nada é tão fácil. Surgem lutas por todos os lados, essa é a natureza da vida cristã, existe uma incompatibilidade entre o cristão e o mundo. Entre o espiritual e o carnal. Entre o reino de Deus e reino dos homens. Jesus foi categórico em afirmar que não é fácil ser seu seguidor.

Nossos valores não se ajustam aos valores de Deus, nossos caminhos não são os caminhos de Deus. Nossa vontade tão pouca a sua vontade.
Você pode estar dizendo: tudo isso já sei ou tenho ouvido, mas por que você está dizendo isso?
Porque parece que estamos vivendo e ouvindo um cristianismo diferente. Muitos de nós estamos embriagados, somos até levados a pensar que realmente a vida com Deus é um mar de rosas.
As músicas compostas somente falam de restituir, sou vencedor sem fazer nada, Deus vai dar o melhor. Ouvimos pouco sobre consagração, vida com Deus, tempo de oração, gastar tempo com a leitura da Palavra. Deus virou um Deus utilitarista. Deus vai nos dar isso, Deus vai nos dar aquilo, Deus vai nos enriquecer.
Jesus disse que o valor do Reino de Deus está oculto. Quem verdadeiramente descobre Jesus sabe realmente por que O segue se for preciso até a morte.
Quem decidiu colocar a mão no arado sabe que não será fácil. Nesta metáfora Jesus nos ensina algo significativo que gostaria de falar nesta manhã: quem coloca a mão no arado não olha para trás por quê?  Eu e você precisamos saber o que Jesus queria dizer:
  1. SABE QUE EXISTE PELA FRENTE MUITO TRABALHO.
O arado é um instrumento não muito fácil de conduzir, no entanto Jesus vivendo num mundo agrícola pode presenciar como era duro o trabalho de arar a terra. Jesus faz essa comparação para quem quer seguir e ser cidadão do reino de Deus. Uma realidade profunda do Reino de Deus, o trabalho é interminável, nada é fácil. Então ser cristão sem trabalho não condiz com os ensinamentos de Jesus. É preciso ter disposição, coragem para enfrentar a dureza dos terrenos pedregosos que encontramos. Temos muito que fazer, descanso só na presença de Deus. Hoje se fala num evangelho fácil sem trabalho. Jo 5:17 veja as palavras de Jesus. I Co 15:58 Paulo sabia que era preciso muito trabalho para cumprir a vontade de Deus. Hb 6:10
Na vida cristã não existe lugar para ociosidade. Mas somos chamados para trabalhar, o arado já está em movimento temos muito que fazer, os campos precisam ser semeados quem está disposto? 1 Co 15:10. Quem tem posto a mão no arado deve estar consciente dessa realidade na vida. Não ficar imaginado que tudo será um mar de rosas como temos visto em nossos dias cristianismo do receber sem fazer nada. Tudo é muito fácil Deus é obrigado a nos servir.
2. ESTABELECE METAS DEFINIDAS PARA SECUMPRIR.   
Quem está disposto a colocar a mão no arado sabe que precisa de muita atenção no trabalho, não distrair com nada, mas é preciso fixar metas, alvos para guiar e atingirmos. Da mesma forma na vida cristã quem vive sem meta não chega a lugar algum. Uma vida sem propósito se torna sem sentido dentro do reino. A grande maioria dos cristãos deixa de viver uma vida olhando para o alvo, Jesus nosso autor e consumador da fé.
Só atinge o alvo, completa a carreira quem estabelece metas definidas na vida. Não existe possibilidade de sobreviver na vida cristã quando não temos essa busca. Assim como o agricultor fixa no alvo para colher no futuro deve ser assim também com o cristão. Jesus deixa bem claro, olhar par trás nos leva ao fracasso e desvia nossa meta. Creio que um dos maiores desafios em nossos dias é estabelecer metas em Cristo. Lutarmos para atingi-las, porque muitos ensinamentos têm sido colocados nas igrejas para tirar nossa atenção e perdermos o rumo. Temos alguns exemplos bíblicos que não tiveram metas na vida embora chamados por Deus, para servi-lo. Saul foi um rei sem propósito, por isso teve um reinado fracassado. Sansão outro também por não ter metas na vida, terminou seus dias como cavalo virando pedra de moinho, sendo humilhado pelos filisteus. Judas viveu com Jesus, mas não aprendeu dos seus ensinamentos por não ter propósito, vendeu-o por trintas moedas. Hoje também não é difícil encontrarmos pessoas que não estabeleceram metas na vida com Deus olharam para trás, vivem atualmente uma vida fracassada em todos os aspectos.
Vamos firmar nossas metas diante de Deus, vamos pedir força e graça para que possamos chegar ao alvo estabelecido pelo Senhor. Fp 3:14, Hb 12:2, II Tm 4:6-7.

Deus quer contar com cada um de nós, mas para que isso aconteça precisamos renovar nossas metas a cada dia, para não cairmos no erro de olharmos para trás.
Metas para ver o templo novo terminado, metas de crescer, lotar aquele lugar consagrado ao Senhor, metas para alcançar nossas famílias, metas para fortalecermos mais na fé, metas de andarmos unidos.
3. NÃO OLHA PELO QUE SE FEZ, MAS AINDA O QUE ESTÁ POR FAZER
No reino de Deus não há vagas para aposentados, por mais que realizamos não é o suficiente. Ainda mais, mesmo fazendo tudo somos considerados inúteis. É bom ter sempre em mente que a missão só terá fim com a volta do Senhor Jesus. Quando olhamos para o que foi feito não podemos nos acomodar, mais sim alargar as fronteiras da nossa visão de reino de Deus e sempre avançar. Nunca descansar ou acomodar. Jesus certamente  estava ensinando essa lição, o que é bom que todo cristão aprenda. O cristianismo tem sua história construída nesta visão bíblica. Os nossos irmãos do passado colocaram a mão no arado, porque sabiam que muito havia para se fazer em relação à implantação do Reino entre os homens. Por causa disso fomos alcançados, pessoas se dispuseram a entregar suas vidas pela causa do evangelho. São tantos exemplos bíblicos ou da história de pessoas que foram maravilhosas, olhando para o que tinha que fazer. Deus nos chamou para também fazer nossa parte ou será que você já desistiu?
Olhar para o que já foi feito nos realiza, nos dá alegria, mas pensar no que temos ainda para fazer nos desafia. E o que é a vida cristã senão um constante desafio?
A primeira Igreja de Machado construiu uma linda história por saber que tem sempre algo para se fazer. Quantas pessoas alcançadas e salvas, quantos pastores e presbíteros que são filhos dessa igreja. Quantos benefícios para nossa cidade. Mas tudo isso foi possível pelo fato de construir essa visão do Reino de Deus. Não podemos ser simplistas dizendo que foi tudo muito fácil, talvez quantas críticas, quanta incredulidade, quanta falta de recurso... No entanto, irmãos que colocaram a mão arado, lançaram-se ao trabalho de coração, buscando fazer sempre mais a vontade de Deus. Ne 6:1-3. Fp 3:14, Jo 9:6
Os profetas estavam sempre prontos para realizar algo novo, não ficavam presos ao passado.
Cristo não olhava para o que tinha feito, mas para o que teria que realizar em nosso favor.

Paulo tinha sempre uma tarefa para cumprir, em prol do Reino de Deus.
A igreja sempre vai ter novos desafios, jamais pode parar no tempo.
Certamente eu e você não seremos a última geração até a volta de Cristo. Mas que precisa ficar bem claro que temos muito ainda por fazer. É bom firmar bem a mão no arado e não olhar para trás, porque Deus conta com cada um, com você, comigo.
CONCLUSÃO: Portanto, fomos chamados um dia a colocar a mão no arado, resta ainda saber: você está respondendo ao Senhor dignamente mesmo sabendo dessas implicações, que Jesus quer nos ensinar? É bom que cada um de nós responda de forma afirmativa como seguidor de Cristo. Que Deus nos abençoe.  
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

20/03/2012
IMPEDIMENTOS NA CAMINHADA CRISTÃ
Hebreus 6:9-12
Introdução: A mensagem principal da Carta aos Hebreus, é apresentar a pessoa real de Cristo. Como aquele que deve ser nossa aspiração, é constância na caminhada da vida cristã.
O escritor tem por finalidade incentivar os cristãos da época, diante das perseguições, e dificuldade presentes no seu dia a dia. Não era um tempo fácil era preciso muita vontade determinação e fé. Diante dessa dura realidade muitos estavam desistindo da vida com Cristo. Outros esfriando voltando a vida de pecado de outrora.
Hoje em dia também não é difícil encontrarmos desistência, afastamento, frieza, desânimo nas Igrejas. Basta olharmos para o rol de membros das Igrejas. Que tristeza?
Quantos irmãos que a caminhada com Cristo durou pouco tempo?
Quantos que esfriaram na fé com decorrer do tempo?
Quantos perderam o entusiasmo do primeiro amor?
Precisamos tomar cuidado para não ocorrer no mesmo erro que precederam a vida de muitos que corriam com Cristo hoje não correm mais. Foram levados pela multidão e permitira que o diabo roubasse o que tinham de mais precioso a fé em Cristo.
É necessário que tenhamos uma compreensão correta do que é verdadeiramente viver para Deus, descobrir o propósito do contrário difícil mente seremos chegaremos até ao final em fidelidade e firmeza na fé.
É de nosso conhecimento essa afirmação; “a vida cristã não é fácil, o caminho estreito e difícil de seguir, o cristianismo não é para qualquer um, é preciso ter uma disposição gigantesca para servir a Deus”
Nesta passagem podemos fazer algumas considerações, o contexto e os acontecimentos desde o capítulo 5:11 o escritor nos chama atenção; para perigo presentes na vida cristã, que os irmãos não estava atentos. Que  no entanto pode nos levar ao fracasso.
Podemos aprender  com o texto lições e práticas, vamos considerar apenas três:
1) NEM SEMPRE TEMOS TIDO ZELO IMPRESCINDÍVEL A VIDA CRISTÃ.
Podemos constatar esse perigo na vida muitos cristãos. Depois que recebem a Cristo acomoda-se. Por essa razão não estão atentos ao grande perigo aque estão se expondo.
Notamos que não existe uma preocupação por parte dos cristãos quanto a ter   zelo na vida cristã. Não adianta negar que essa tem sido uma grande falha, damos brecha ao fracasso na carreira cristã.
O escritor adverte os cristão do seu tempo, ao considerar  e convencer que coisa boas está ligada a salvação. O falar dele era realçar que devemos atentar aquilo que pode tirar o brilho da nossa vida com Cristo.
Falta zelo quanto:
  1. Leitura da Palavra o prazer de meditar, nosso tempo disponível é ocupado com coisas banais nem vou citar a TV. Com isso crente enfraquecido na fé, sem firmeza para enfrentar o inimigo.
  2. Oração diária e constante, tempo de oração o fundamento da vida com Deus. Crente que não gasta tempo em oração é candidato ao fracasso e desânimo. Trocamos o poder pelo lazer
  3. Testemunho vivo e alegre
  4. Na comunhão com os irmãos, sinal reciproco de que amamos a Deus, Jesus disse em João 14:21.
  5. Nas atividades da Igreja. Esquecemos que a Igreja existe para nossa participação, tempo de compartilhar  com os irmãos gasta.
  6. No companheirismo da vida cristã, não temos o prazer de visitar una a outros.
  7. Cultivar uma vida de quebrantamento diante de Deus.
 Precisamos mudar o rumo do nosso foco, em trocar o sagrado pelo profano, em deixar de zelar mais pelas nossas coisas materiais do pela nossa própria vida com Deus.
O grande erro que temos cometido através da história cristã, e não percebemos que se faz necessário, vivermos um zelo extremado a vida com Deus.
Devemos nos espelhar nos mulçumanos, embora considerassem sua prática de fé contrária a nossa, mas devemos admitir que eles vivem um zelo que cada um de nós precisava viver.

Se não tivermos zelo não chegaremos a lugar algum, nem jamais poderemos afirmar como Paulo, completei a carreira e guardei a fé.

2) NEM SEMPRE CONSIDERO QUE SOU EU O DEPENDENTE, NÃO DEUS.

Nosso comportamento revela muitas que temos a pretensão de viver dessa forma. Quantos assim pensaram não pode existir outro caminho, a não ser a derrota. Somos exortados a viver uma constância dependência de Deus demonstrando firmeza em nossa vocação.
Poucos conseguem chegar a firmeza até o final da vida em Cristo. Porque vivem como se Deus dependesse deles. Na realidade a grande maioria serve a Deus com essa concepção. Os pastores e líderes vivem apelando para que os irmãos estejam sempre presentes nos trabalhos, que eles devem saber que são muito importantes diante de Deus. Passamos uma visão até parece que é Deus o dependente de nós para tudo, não nós que devemos sentir o privilégio de servi-lo.
  1. O centro da vida cristã, não é mais Jesus, sim o homem, os papeis e lugares estão inversos. Homem que dá ordem agora. Ordena a Deus e obriga a Deus em dar o melhor, curar, enriquecer e tudo mais......
  2. Deus precisa contar com sua vida, já não e mais eu que preciso contar com a graça, com a misericórdia de Deus, tudo mudou
  3. Deus depende do meu talento, toco bem, canto bem, quantos viraram estrelas, sem brilho e claro, sentem que nada pode ser realizado sem sua presença.
  4. Parece que Deus precisa dos meus favores, me sinto muito importante para depender Dele. Quantos vivem com essa concepção.
  5. Não existe realização alguma sem a total dependência do Senhor.
  6. Jesus falou que sem Ele nada podemos fazer.
Portanto se quisermos caminhar sem correr o risco de fracassar, temos que viver de forma clara e distinta, que somos eternos dependentes do Senhor.
Para manter o mesmo entusiasmo a mesma diligência, na vida com Cristo,  é preciso observar nossa vulnerabilidade.
Como é triste ver um cristão que perdeu a doçura e o brilho da vida com Cristo.
Começa agir com estranheza e frieza indiferença as coisas de Deus.
Devemos seguir o exemplo de Daniel, que manteve a mesma determinação em Deus, José que não negou sua fé e compromisso. João que acabou seus últimos dias exilados por causa de Cristo.
Foram homens que tiveram suas vidas em total dependência de Deus, jamais se afastaram em circunstância alguma.
Meu irmão viva esta verdade bíblica, jamais vai experimentar uma vida cristã pela metade.
3) NEM SEMPRE TEMOS POR  REFERÊNCIA OS EXEMPLOS POSITIVOS, SIM OS NEGATIVOS.
Não podemos negar esse tem sido o problema espiritual na vida de várias pessoas, chegando a ponto de abandonar sua fé. Sem contar que essa arama diabólica tem sido eficaz. Já notou como é fácil chegar a essa conclusão. Todo tipo de questionamento por causa dos maus exemplos. Nem um aplauso para o bom exemplo.  Valorizamos demais aquilo que deve ser ignorado, coisas que ao seu tempo nada acrescenta na vida.
Na Igreja tudo é motivo para concentrar naquilo que é negativo, mas nunca agrademos pelos exemplos positivos  dos irmãos qualidades como:
  1. Vida de dedicação a Cristo.
  2. Vida de testemunho que contagia
  3. Vida de compromisso
  4. Vida de firmeza na fé e constância
  5. Vida que encontramos companherismo
  6. Vida que têm uma longa caminhada na fé
  7. Vida que revela um amor na Igreja
  8. Vida experimentada por Deus.
  9. Vida cheia do Espírito Santo
 Esses devem ser o nosso exemplo, que nos motiva a trilhar mesmo caminho. Quantas pessoas que interrompe  a caminhado com Deus por causa dos maus exemplos.
Os discípulos não escolheram Judas que um exemplo negativo para cristianismo. Seguram a João e Pedro.
Paulo não se envergonhou do Evangelho por causa de seus dois companheiros que amou o século, mudaram de  rumo.
Na Igreja valorizamos por demais as coisas negativas, isso é um grande impedimento na vida para que fiquem concentrados nessas coisas.
Muitas vezes somos abençoados pela vida irmão e não valorizamos, mas um deslize do outro já é o suficiente para abandonar a fé.
O tempo é de pedir a Deus que nos conduz pela sua graça, que nos fixamos no olhar e valorizamos pessoas que são bênção em nossas Igrejas, não as que nunca nem querem compromisso.
Vida cristã é firmeza individual, compromisso levado a sério não pode permitir que terceiros coloquem entre eu e Jesus.
“Entre minha vida  e Jesus somente está cruz que me salvou. Entre eu e meu irmão está graça que transformou para poder caminhar juntos nunca atrapalhar”
Para sobreviver na vida cristã é necessário, olharmos para os exemplos de vida, que a bíblia enaltece. Ter como modelo aquelas pessoas que descobriu na vida que o viver é Cristo, e que procuram viver com dignidade o cristianismo. Do contrário corremos o risco de fracassar, e perder o rumo onde devemos chega, a presença do Pai.
Conclusão: Portanto meus irmãos sabemos que a vida cristã não é fácil. Fica mais difícil quando não observamos esses perigos presentes. Que sutilmente quer nos desviar da nossa vocação em Cristo. Sejamos vencedores. Amém!
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

20/03/2012
Os Benefícios da Leitura Bíblica
Salmo 119.105 “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.”
            Deus deixou sua Palavra, a Bíblia Sagrada ao seu povo para que, por meio dela seu povo viesse a alimentar-se espiritualmente. Da mesma forma como Deus enviava o pão dos céus ao israelitas quando peregrinavam em direção à terra prometida, hoje o Senhor continua enviando alimento espiritual, através de sua palavra enquanto peregrinamos nesta terra em direção ao lar celestial.
            Abaixo seguem-se sete motivos para nós, cristãos lermos sua Palavra a cada dia.

1
Ela nos tornará cristãos mais fortes

            Ninguém deseja ser fraco, quer seja física ou espiritualmente. Os “jovens” de 1João 2.14 já não eram mais “filhinhos”, eram fortes, porque a Palavra de Deus permanecia neles e eles haviam vencido o maligno. Isto significa que haviam se alimentado da Palavra de Deus e não estavam mais sendo constantemente derrotados pelo pecado e pelas tentações. Existe somente um modo para se crescer e fortalecer-se espiritualmente: a leitura e o estudo da Palavra de Deus.
            Geralmente as pessoas que fracassam espiritualmente  têm um denominador em comum: a negligência da leitura da Palavra de Deus. Todos estes fracassos (e conseqüente infelicidade) poderiam ter sido evitados, se houvessem aprendido a ler e estudar a Palavra de Deus constantemente.

2
Ela nos dará certeza da salvação

            A primeira  necessidade de um cristão é adquirir certeza absoluta de sua salvação. Ela as vezes parece boa demais para ser verdade. Por isso uma das primeiras dificuldades que um novo convertido encontra, depois que se afasta um pouca da pessoa que o conduziu a Cristo, é abrigar algumas dúvidas a respeito da salvação. A única fonte visível desta certeza é a Bíblia. Mas de que vale ela, se ele não a lê? As promessas e garantias que são feitas por Deus serão de pouco valor, se permanecerem encerradas entre as páginas da Bíblia. Os cristãos precisam tê-las gravadas em suas mentes. E foi para isto que a bíblia foi escrita.  Notemos 1João 5.13: “Escrevi-lhes estas coisas, a vocês que crêem no nome do Filho de Deus, para que vocês saibam que têm a vida eterna.”
            O cristão que tem uma certeza sólida que é filho de Deus, que Ele é o seu Pai celestial, possui as bases para viver uma vida cristã sadia. A grande maioria das pessoas que vivem sobrecarregadas de temores, preocupações e outras fraquezas emocionais, geralmente não em certeza da salvação e de que Deus está cuidando dela. Ninguém poderá ter certeza das coisas de Deus enquanto se limitar aos seu próprios pensamentos, pois como a Bíblia ensina, o conceito de Deus não vem pelo muito pensar, mas pela “sabedoria de Deus” - a Bíblia (1Co 1.21). A Bíblia também afirma que “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e incorrigível. Quem o entenderá? (Jr 17.9). Se alguém deseja a certeza da salvação, então deve começas a ler a Bíblia regularmente - é a única fonte de onde pode-se obtê-la.

3
Ela nos dará confiança e poder na oração

            Quando você se torna um cristão, passa a ter um relacionamento com Deus, e esse relacionamento inclui um diálogo. Mas como sabemos que Ele nos ouve? Porque Ele afirma em sua Palavra, em inúmeros textos. A passagem de 1João 5.14,15 ensina que podemos orar com a confiança de que Ele nos ouve. Em João 15.7 o Senhor Jesus promete: “Se vocês permanecerem em mim e as minhas palavras em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido”. Isto significa que a leitura da Palavra de Deus (que é o modo que a Palavra de Deus permanece em nós) nos concede poder na oração, pois ao estudarmos sua Palavra, ficamos familiarizados com a vontade de Deus, e consequentemente aprendemos a orar com eficácia.

4
A purificação dos pecados

            A Palavra de Deus tem efeito purificador na vida do cristão. O Senhor Jesus disse: “Vocês já estão limpos, pela palavra que vos tenho falado” (Jo 15.3). Em outra ocasião o Senhor orou assim: “Santifica-os na verdade; a Tua palavra é a verdade” (Jo 17.17). A Bíblia tem o poder de purificar o crente que a estuda.
            Se você é um crente novo, precisa saber o que é e o que não é pecado aos olhos de Deus. Deus não nos abandona a mercê de nossos pensamentos. Ele diz: “De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra” (Sl 119.9) O estudo bíblico nos purifica e nos adverte contra o pecado. Ou a Bíblia nos afasta do     pecado ou o pecado nos afasta da Bíblia.

5
Ela produzirá paz

            Uma das evidências da nova vida com Deus é a paz que sentimos no coração, mesmo quando as circunstâncias ao nosso redor só inspiram preocupações e temores. O Senhor Jesus disse: “Eu lhes disse estas coisas para que em mim vocês tenham paz...” (Jo 16.33). O que torna esta afirmação mais relevante é o fato de que o Senhor deu esta mensagem a seus discípulos pouco antes do tumulto que culminou com sua crucificação. Ele desejava que seus discípulos tivessem paz mediante suas palavras, exatamente quando estavam para enfrentar aquela crise iminente. A quase dois mil anos o povo de Deus tem se fortalecido para as crises da vida, lendo e estudando a Bíblia.

6
Ela nos capacitará a testemunharmos de nossa fé

            A maioria das pessoas que encontramos desconhecem quase que totalmente os conceitos bíblicos. Muitas têm dúvidas ou indagações, e precisam de orientação de alguém que conheça a Bíblia. Atualmente a maioria dos cristãos são superficiais com relação ao conhecimento da Palavra de Deus, desta forma, isto gera também um testemunho superficial. É dever de todo cristão ter um conhecimento básico da Palavra de Deus e saber explicá-la.  Como sua Palavra nos diz: “...estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vocês, fazendo-o todavia com mansidão e temor” (1 Pe 3.15,16). O único modo de responder ao que nos indaga, ao que zomba ou ao pesquisador sincero que busca o conhecimento da verdade, é nos prepararmos por meio da leitura e estudo diário da Bíblia.
            Ninguém pode transmitir aos outros aquilo que não sabe. Quase todo o crente dar fruto, e testemunhar de Cristo a outros de maneira positiva, mas isto é totalmente impossível se ele não tiver, pelo menos, um conhecimento elementar da Palavra de Deus. A Bíblia afirma que o Espírito Santo nos fará lembrar da Palavra de Deus no momento oportuno (Jo 14.26), porém como o Espírito nos lembrará daquilo que não lemos?

7
Será uma garantia de sucesso e nos orientará nas decisões da vida.

            Todo mundo quer ter sucesso na vida. É por isso que os livros que ensinam como vencer na vida são tão populares hoje em dia. Ninguém leria um livro que ensinasse a fracassar. Há uma interessante passagem bíblica em Josué 1.8: “Não cesses de falar deste livro da lei; antes media nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo a tudo quanto nele está escrito; então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido”. A meditação diária da Palavra de Deus produz sucesso. E certamente assim aconteceu com Josué.
            A Bíblia também nos orienta a tomarmos decisões com sabedoria, conforme o Salmo 119.105: “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho”. Os princípios de Deus nos servem de guia, quando temos de tomar decisões.   
            Examinando o Salmo 1, encontramos a fórmula para uma vida bem sucedida: “bem aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta à roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita dia e noite. Ele é como árvore plantada junto à corrente de águas, que no devido tempo, dá o seu fruto, cujas folhas não caem. Tudo o que fizer prosperará”.
            Infelizmente a maioria dos cristãos crêem que estão “ocupados demais” nos seu dia-a-dia, para revigorarem a mente com a Palavra de Deus. O que não percebem é que ter tempo é uma questão de preferência, e que a longo prazo, um momento devocional não custaria  nada, pois o restante do dia será com certeza mais proveitoso, do que se negligenciasse a leitura bíblica.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

20/03/212
CUMPRIR NOSSA MISSÃO É PRECISO
Marcos 16:14-18
Jesus agora ressurreto aparece aos discípulos, e lhe deu uma missão dar continuidade      ao seu ensino. Eles deveriam pregar seu evangelho, somente eles poderiam cumprir tal missão.
A morte não foi o fim da sua pregação apenas a concretização da primeira parte do propósito de Deus. Agora os discípulos seriam as pessoas com quem Deus contaria para concretização final do seu plano para humanidade.
Com a mesma simplicidade de Jesus o evangelho deveria alcançar todo mundo. Mesmo sendo muito contestado, perseguido não poderia parar era preciso continuar e chegou até nossa geração, que devemos dar continuidade.
A ordem está dada a cada cristão na atualidade, aqueles que foram alcançados, devem alcançar outros, essa é a natureza do cristianismo. Só quem experimentou compartilha dessa necessidade urgente. Então a quem está ecoando a mesma ordem hoje, que significa para cada um de nós nesta noite.
Nessa ordem de Jesus aos discípulos aprendo que:
A evangelização é uma missão na vida do cristão fundamentada nessas características como:
1. UMA MISSÃO PESSOAL JAMAIS INTRANSFERIVEL
A ordem de Jesus foi bem clara aos discípulos, a missão era para eles. Não era para outra pessoa, somente eles tinha o dever de continuar falando que Cristo havia realizado em suas vidas, e como foi realizada. A missão foi dada a Eles, pois eram testemunho do poder e ação de Cristo. Agora o desafio era para eles tinham que colocar em prática, que nos aprenderam tr6es anos com Jesus.
Hoje o desafio está sobre nossa geração nossa convocação chegou e não podemos decepcionar o mestre. A mesma ordem ecoa por toda história do cristianismo e nosso ouvido pode ouvir as mesmas palavras de Jesus.
Deus quer contar com você agora o chamado e para você mesmo que entregou sua vida a Cristo. Somente você pode prosseguir e semear a mesma mensagem que te alcançou, lembra!
Não podemos nos fazer de surdo e não assumir nossa responsabilidade. O mundo nosso família, nosso vizinho, nossa rua, nosso bairro, nossa cidade,. não temos necessidade de ir para África.
Lembre-se Deus que contar com você, para concretizar seu projeto.
2. UMA MISSÃO ONDE PODEMOS TER TANTO SUCESSO COMO FRACASSO
Ao cumprir nossa missão, não podemos ficar pensado no sucesso ou no fracasso que possa ocorrer. Jesus deixa bem claro que podemos ser bem sucedido ou não, não depende de nós, sim da outra parte. “Quem crer será salvo sucesso alcançado, ou quem não crer será condenado fracasso”
Não temos porque ficar triste ou envergonhado, mas somente cumprir a missão em forma obediência. Jamais podemos sentir que foi em vão nossas palavras até porque quem perde não somos nós, sim quem rejeita a salvação, um dia tuas palavras servirão de peso contra ele.
O cristão não salva ninguém nem condena ninguém, sim o testemunho da Palavra de Deus.
Quantas cristãos pensa que sua pregação não será ouvida e será ouvida, isto é muito imprevisível. Pois quem conhece a necessidade dos homens é Deus. Aqueles que rejeitam estão dizendo não para o amor eterno de Deus, não sua proposta. E aqueles      que dizem sim certamente serão bem aventurados.
Não podemos avaliar as pessoas pela aparência, julgando quem vai aceitar ou que vai rejeitar não podemos ter essa pretensão. Nosso achar não serve para Deus, sim nossa disponibilidade em evangelizar. Judas viveu com Jesus e rejeitou a salvação, o ladrão no apagar das luzes, preste ao seu fim aceitou a salvação, assim como seu companheiro de roubo também disse não.
Vamos pensar nessa realidade para saber evangelizar e assim cumprir nossa missão com vontade e alegria.
3. UMA MISSÃO CARACTERIZADA PELA AUTORIDADE ESPIRITUAL
Jamais a evangelização são palavras vazias, que não traz sentido ou mudança para aqueles que ouvem. Jesus afirmou que um sinal estaria com os discípulos, esses sinais seria a diferença na vida daqueles que falam em seu nome.
Evangelizar é muito mais que falar, mas é falar com autoridade de Deus. Essa autoridade não existe por acaso não Ela é o poder do evangelho. Não outra missão com tamanha autoridade como evangelização, porque ela confronta tanto as forças visíveis e invisíveis
Autoridade que liberta do poder demoníaco, que livra de todo tipo de cilada, ou seja, todos os obstáculos serão vencidos pelo poder da palavra de autoridade.
A promessa de Jesus é para que não intimidasse com coisa alguma. Toda autoridade me foi dada no céu e na terra, é essa autoridade que ele nos envia ao mundo e pregar
Atos acompanhados com poder - Simplicidade com sabedoria- Fraqueza em força - Impossível transformado no possível Pessoas presas pelo diabo são liberdade
Não estamos falando de uma autoridade, humana local civil militar, mas sim uma autoridade dos céus, incomparável. Aquela que Deus quer exercer através de você meu irmão. Pense naquelas pessoas que você ama que pode ocupar os bancos vazios. Não seja acomodado, mas incomode as pessoas evangelizando.
CONCLUSÃO: Portanto Evangelizar não é apenas falar, mas falar com o respaldo de Deus. Lembre-se somente pela evangelização tirar as pessoas que caminha para inferno e coloca-la no céu com Cristo.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

20/03/2012
CORRESPONDER AO CHAMADO DE DEUS OU TORNAR-SE REBELDE
Hebreus 10:26-31

INTRODUÇÃO: É preciso que entender que somente duas opções são proposta por Deus, na vida espiritual, que são elas:
A primeira corresponder ao nosso chamado em Cristo, que é viver segundo o propósito de Deus, ou seja, uma vida que demonstre todo o nosso empenho em fazer e vontade e agradar e Deus. Tornando nos obediente aos seus mandamentos, dignos da nossa vocação.
A Segunda não corresponder ao chamado de Deus, tornando nos rebeldes deliberados, não levar em conta que ele nos julgará segundo nossa rejeição, sobre aquilo que foi trazido ao nosso conhecimento e alcance.
Nesse texto o escritor está preocupado com os irmãos daquela época, estavam persistindo em viver segundo seus padrões não ao que Cristo os chamou. Por isso estavam chamando juízo para si. Estavam brincando com fogo consumidor.
Quando optamos em fazer nossa vontade na vida com Deus, não resta nenhuma alternativa a não ser, esperar julgamento de Deus.
Hoje em dias presenciamos as mesmas atitudes, por parte de pessoas que afirmam a crer em Cristo, estão até servindo numa igreja, mas vivem deliberadamente pecando, desonrando o nome do Salvador.
Então para evitar pensar dessa forma ou viver nessa decadência, vamos aprender três lições nesta noite.
1.PODEMOS ENALTECER OU DEPRECIAR O REAL VALOR DO CALVÁRIO
A responsabilidade cabe a cada cristão, compreender e valorizar obra de Cristo ao nosso favor, ou simplesmente desconsiderar todo a magnitude desse ato maravilhoso. Jogar no lixo toda beleza concedida ao nosso favor.
O que é depreciar é viver uma conduta que não condiz com o Evangelho. É não considerar o grande preço que Cristo pagou no Calvário. Hoje temos pessoas dizendo que é Evangelho que batizou e faz parte de determinada Igreja, ao mesmo vive aprovando toda conduta e prática contrária ao ensinamento de Cristo.
Temos hoje igreja e Evangelho para todo tipo de perversidade.
Hoje não é Evangelho que transforma mais as pessoas, mas as pessoas querem transformar o Evangelho para justificar seus pecados. Ex. Deus aceito gays com naturalidade.
Prostitutas também foram amadas por Cristo, sim, mas foram orientadas mudar de vida.
Toda forma de pecado seja qual for Deus não aceito. Porque tornaria em vão o sacrifício de Cristo.
Enaltecer e engrandecer são honrar o nome de Cristo, é tornar uma testemunha viva, consciente do nosso chamado. É considerar toda história e plano da salvação de conformidade com Escrituras.
É considerar não merecedor da graça. É ter o coração grato a Deus por toda vida.
O que não é possível é conciliar as duas coisas. Ou vivemos para mortos para o pecado e vivemos para Deus, ou vivemos para o pecado esquecemos Deus.
2. NÃO EXISTE ESPECTATIVA MAIS ATERRORIZANTE EM TER DEUS COMO ADVERSÁRIO.
O escritor deixa bem claro, essa experiência negativa na vida daqueles que não leva Deus a sério. Deus sempre revelou como misericordioso, mas também como fogo consumidor.com Deus não se brinca. Ele não essa liberdade para ninguém.
O perigo que todos nós corremos em não considerar a seriedade de Deus. já ouvi muitas pessoas dizerem que Deus é amor, mas não completa que Ele também é juiz.
Ele é o mesmo que diz para não tomar seu santo nome em vão.
A pessoa que está nesse estado corre o risco de Ter Deus como adversário.
Nunca tomam uma decisão com Deus. Vive levando a vida mais ou menos.
Indivíduo que afirma que são Salvo, mas estão longe da Igreja arrolada no pecado.
Outros tinham até ministério, mas trocaram por nada, simplesmente abandonaram
Outros que gozaram da comunhão da Igreja, mas atualmente vivem zombando, depreciando
Toas essas pessoas são adversário de Deus, ou seja, a guerra está perdida.
Jesus disse quem não é por mim é contra mim.
Viver com adversário de Deus é viver na iminência da morte. Estar à procura do fogo.
Já está sentido o cheiro de carne assada, é sentir as chamas ardendo sobre o próprio corpo.
Quero lhe dizer quantos se encontra nesta fileira, milhões e milhares, que rejeitaram a Cristo fizeram opção de em ser adversários de Deus. Hoje para eles já não resta esperança, nem milagre      para mudar o rumo das as coisas. Pois deixaram passar a oportunidade.
3. ENTRE O LEGÍTIMO E FALSO DEUS REMOVERÁ AO SEU TEMPO.
Não podemos nos enganar, pois Deus é único que pode separar o legítimo do falso. As vezes ficamos indagados, querendo saber o que é falso, o que é legítimo. Erramos por viver pensado dessa forma. Cabe cada um de nós vivermos aquilo que legítimo que a Palavra nos ensina que devemos prezar por tal verdade.
Quanto a texto nos dá pista que existem aqueles que fizeram da verdade de Deus mentiras. Por isso o Deus que sabe e pode separar fará isso ao seu tempo. Devemos deixar para Deus resolver tal situação.
Hoje em dia aquilo que é legítimo tem tronado obsoletos nas vidas das pessoas, mesmos os cristãos.
O trigo é joio é muito parecido por isso só Deus conhece quem são os jóio e quem é o trigo.
Ser um cristão legítimo digno do Reino de Deus e saber portarem neste mundo não misturando as coisas.
O Falso aqui são aqueles que dizem que são, mas nunca foram.
Outros até são estão vivendo como aqueles que não são cristãos.
Não podemos correr o risco e nem viver dessa forma.
Devemos afirmar como Paulo tudo que sou, devo a graça de Cristo.
Como cristão precisamos rever nossa posição diariamente para não repetir esses erros.
CONCLUSÃO: Portanto fomos chamados por Deus, para correspondermos à sua grandeza. Como Igreja cabe cada um de nós avaliarmos nossa posição em Cristo, se realmente estamos vivendo segundo sua vontade diariamente. Para não desprezamos tudo que recebemos ao nosso favor pela sua bondade. Amém! 
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
20/03/2012
CORRESPONDER AO CHAMADO DE DEUS OU TORNAR-SE REBELDE
Hebreus 10:26-31

INTRODUÇÃO: É preciso que entender que somente duas opções são proposta por Deus, na vida espiritual, que são elas:
A primeira corresponder ao nosso chamado em Cristo, que é viver segundo o propósito de Deus, ou seja, uma vida que demonstre todo o nosso empenho em fazer e vontade e agradar e Deus. Tornando nos obediente aos seus mandamentos, dignos da nossa vocação.
A Segunda não corresponder ao chamado de Deus, tornando nos rebeldes deliberados, não levar em conta que ele nos julgará segundo nossa rejeição, sobre aquilo que foi trazido ao nosso conhecimento e alcance.
Nesse texto o escritor está preocupado com os irmãos daquela época, estavam persistindo em viver segundo seus padrões não ao que Cristo os chamou. Por isso estavam chamando juízo para si. Estavam brincando com fogo consumidor.
Quando optamos em fazer nossa vontade na vida com Deus, não resta nenhuma alternativa a não ser, esperar julgamento de Deus.
Hoje em dias presenciamos as mesmas atitudes, por parte de pessoas que afirmam a crer em Cristo, estão até servindo numa igreja, mas vivem deliberadamente pecando, desonrando o nome do Salvador.
Então para evitar pensar dessa forma ou viver nessa decadência, vamos aprender três lições nesta noite.
1.PODEMOS ENALTECER OU DEPRECIAR O REAL VALOR DO CALVÁRIO
A responsabilidade cabe a cada cristão, compreender e valorizar obra de Cristo ao nosso favor, ou simplesmente desconsiderar todo a magnitude desse ato maravilhoso. Jogar no lixo toda beleza concedida ao nosso favor.
O que é depreciar é viver uma conduta que não condiz com o Evangelho. É não considerar o grande preço que Cristo pagou no Calvário. Hoje temos pessoas dizendo que é Evangelho que batizou e faz parte de determinada Igreja, ao mesmo vive aprovando toda conduta e prática contrária ao ensinamento de Cristo.
Temos hoje igreja e Evangelho para todo tipo de perversidade.
Hoje não é Evangelho que transforma mais as pessoas, mas as pessoas querem transformar o Evangelho para justificar seus pecados. Ex. Deus aceito gays com naturalidade.
Prostitutas também foram amadas por Cristo, sim, mas foram orientadas mudar de vida.
Toda forma de pecado seja qual for Deus não aceito. Porque tornaria em vão o sacrifício de Cristo.
Enaltecer e engrandecer são honrar o nome de Cristo, é tornar uma testemunha viva, consciente do nosso chamado. É considerar toda história e plano da salvação de conformidade com Escrituras.
É considerar não merecedor da graça. É ter o coração grato a Deus por toda vida.
O que não é possível é conciliar as duas coisas. Ou vivemos para mortos para o pecado e vivemos para Deus, ou vivemos para o pecado esquecemos Deus.
2. NÃO EXISTE ESPECTATIVA MAIS ATERRORIZANTE EM TER DEUS COMO ADVERSÁRIO.
O escritor deixa bem claro, essa experiência negativa na vida daqueles que não leva Deus a sério. Deus sempre revelou como misericordioso, mas também como fogo consumidor.com Deus não se brinca. Ele não essa liberdade para ninguém.
O perigo que todos nós corremos em não considerar a seriedade de Deus. já ouvi muitas pessoas dizerem que Deus é amor, mas não completa que Ele também é juiz.
Ele é o mesmo que diz para não tomar seu santo nome em vão.
A pessoa que está nesse estado corre o risco de Ter Deus como adversário.
Nunca tomam uma decisão com Deus. Vive levando a vida mais ou menos.
Indivíduo que afirma que são Salvo, mas estão longe da Igreja arrolada no pecado.
Outros tinham até ministério, mas trocaram por nada, simplesmente abandonaram
Outros que gozaram da comunhão da Igreja, mas atualmente vivem zombando, depreciando
Toas essas pessoas são adversário de Deus, ou seja, a guerra está perdida.
Jesus disse quem não é por mim é contra mim.
Viver com adversário de Deus é viver na iminência da morte. Estar à procura do fogo.
Já está sentido o cheiro de carne assada, é sentir as chamas ardendo sobre o próprio corpo.
Quero lhe dizer quantos se encontra nesta fileira, milhões e milhares, que rejeitaram a Cristo fizeram opção de em ser adversários de Deus. Hoje para eles já não resta esperança, nem milagre      para mudar o rumo das as coisas. Pois deixaram passar a oportunidade.
3. ENTRE O LEGÍTIMO E FALSO DEUS REMOVERÁ AO SEU TEMPO.
Não podemos nos enganar, pois Deus é único que pode separar o legítimo do falso. As vezes ficamos indagados, querendo saber o que é falso, o que é legítimo. Erramos por viver pensado dessa forma. Cabe cada um de nós vivermos aquilo que legítimo que a Palavra nos ensina que devemos prezar por tal verdade.
Quanto a texto nos dá pista que existem aqueles que fizeram da verdade de Deus mentiras. Por isso o Deus que sabe e pode separar fará isso ao seu tempo. Devemos deixar para Deus resolver tal situação.
Hoje em dia aquilo que é legítimo tem tronado obsoletos nas vidas das pessoas, mesmos os cristãos.
O trigo é joio é muito parecido por isso só Deus conhece quem são os jóio e quem é o trigo.
Ser um cristão legítimo digno do Reino de Deus e saber portarem neste mundo não misturando as coisas.
O Falso aqui são aqueles que dizem que são, mas nunca foram.
Outros até são estão vivendo como aqueles que não são cristãos.
Não podemos correr o risco e nem viver dessa forma.
Devemos afirmar como Paulo tudo que sou, devo a graça de Cristo.
Como cristão precisamos rever nossa posição diariamente para não repetir esses erros.
CONCLUSÃO: Portanto fomos chamados por Deus, para correspondermos à sua grandeza. Como Igreja cabe cada um de nós avaliarmos nossa posição em Cristo, se realmente estamos vivendo segundo sua vontade diariamente. Para não desprezamos tudo que recebemos ao nosso favor pela sua bondade. Amém!  
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
20/03/2012
A BONDADE DE DEUS E A INESPERADA REAÇÃO DE JONAS
Jonas 4:1-5
Jonas é um dos profetas mais conhecido, devido a sua estadia no ventre do peixe. Conhecido como uma pessoas totalmente incompreensível, desobediente ao chamado do seu Deus. No entanto confessa uma fé nesse Deus, quando é pressionado pelo os marinheiros, por causa de sua indiferença diante da tempestade.
Quem afinal é Jonas: Nascido na região da Galiléia, viveu no século VIII a.C. citado pela primeira vez no livro de 2 Reis 13:19-25, viveu na mesma época dos profeta Amós e Miquéias. Seu nome significa pomba.
Deus deu uma ordem para Jonas profetizar contra a grande cidade de Nínive, capital as Assíria conhecida como um povo terrível, cruel contra seus inimigos, um povo maldoso.
Jonas tinha toda razão do mundo para não querer aceitar essa missão, ir até Nínive pois significava suicídio, mas que Ele não sabia que Deus domina sobre todos e tinha uma grande surpresa para Jonas e uma grande salvação para os Ninivitas.
O resultado de uma cidade toda arrepender e crer no Senhor foi uma missão extraordinário. Mesmo vendo sua missão ser bem sucedida, Jonas demonstra uma grande magoa contra Deus, ainda pede sua morte.
Diante desses fatos podemos aprender nesse texto de Jonas lições que nos evita ocorrer no mesmo erro desse profetas estranhos e mau humorado.
1) JONAS CRÊ CORRETAMENTE E REAGE INDIFRENTEMTE DIANTE DA ORDEM DE DEUS.
Mesmo tendo sua origem num povo que sabia quem era Deus, qual era missão dos profetas, Jonas certamente desde sua infância é ensinado a crer e obedecer esse Deus, que na história do seu sempre manifestou a seu favor. Jonas confirma essa verdade quando os marinheiros faz uma pergunta sobre qual era seu Deus. Ele responde com clareza que era seu Deus, como identifica pela sua crença. Jonas faz uma confissão de fé. No verso 9 do capítulo primeiro. Tudo se confirma quando a sorte recaí sobre Jonas.
Jonas demonstra uma reação de alguém que crê, mas certa forma vive e age de maneira incoerente. Isso é o grande perigo que muitos cristão não atente.
? Hoje em dia quantos confessa a Cristo aparentemente, mas não assume. Uma vida consagrada, servindo, lutando pela causa do Reino de Deus
? Quantos que diz crer mas seu testemunho é péssimo diante dos homens
? Quantas afirmação temos visto por pessoas, que pecado é relativo.
? Quanto cré em Deus mas não muda de atitudes
? Quantos cristãos apoiando a prática do homossexualismo.
? Quanto reagem com normalidade diante das injustiça
? Quanto não ouvem da palavra mas não obedecem
? Quantos não estão envolvidos com evangelismo, ministério de oração de libertação
? Muitos tem crido somente naquilo que lhe convém.
? Pessoas dizem que crê, não participa da Igreja, não quer compromisso
São caraterísticas semelhante a Jonas, embora declare e confessa uma fé em Deus, mas reage de forma incompreensiva. Demonstrando que estão longe de Deus, se julgam conhecedor e pertencente a Deus.
Não aceita a soberania de Deus, vive como lhe apraz.
2) JONAS FOI AGRACIADO PELA COMPAIXÃO E NEGA TER COMPAIXÃO
Não difícil encontra pessoas semelhante a Jonas nas Igrejas evangélica, pessoas que não aprenderam o verdadeiro cristianismo. Como profeta Jonas não poderia demonstrar uma reação estúpida como fez.
Ele declara que Deus trem toda compaixão, com todas pessoas, começando por Ele próprio. É atitude do egoísta, que somente conhece é vê sua necessidade. Quantas pessoas esquisita encontramos em seus relacionamento com o próximo não demonstra compaixão. Mas revela até ódio em sua manifestação em relação aos outros.
Assim como Jonas não conhecia seu Deus, também quantos cristão não conhece a Cristo. Aquele que usou de compaixão com todos, rejeitava o pecado, mas amava a qualquer pecador.
? Crente que participa da Santa Ceia, mas não tem compaixão
? Pessoas que precisou de compaixão mas não reconhece
? Não é capaz que esquecer coisas, episódio quebrou relacionamentos
? Faz oração pedindo o favor de Deus, mas não usa de compaixão.
? Foi perdoado por causa da compaixão, mas não libera o perdão.
? Jonas não aceitou Deus Ter compaixão dos Ninivitas.
? Falta compaixão nos lares
? No trabalho quantos patrão chefes sem compaixão dos funcionários
? Nas escolas, quantas maldade
? Nos hospitais, quantos casos de maldade
? Casa de idosos, asilos, nas penitenciárias
Ele esqueceu rapidamente o favor de Deus, esqueceu que o Deus que revelou é cheio de compaixão.
Jesus contou a parábola do Bom Samaritano, para nos ensinar que devemos ter compaixão e demonstar a qualquer pessoas em qualquer circunstâncias.
Vivemos numa sociedade intolerante, que não usa de compaixão com ninguém, por pouco se mata, tortura, o semelhante.
A Igreja não pode caminhar nessa direção, nem aprender desse conceito. Sim caminhar como nosso Salvador que foi uma pessoas cheia de compaixão
Maldade já temos muitos praticando, porque vivem dominados pelo maligno. Precisamos como povo de Deus ser o exemplo tendo compaixão.
Cristianismo sem compaixão, não existe, cristão sem compaixão é uma afronta contra Deus.
Como Jonas que demonstrou um comportamento contrário, que deveria demonstar, temos visto por parte de muitas Igrejas e cristão.
Pedimos a Deus, que livre de termos essa atitudes, mas que nos faça, homens e mulheres chios de compaixão.
3) JONAS TINHA GRANDE EXPECTATIVA DE DESTRUIÇÃO DE NÍNIVI, MAS DEUS DE GRANDE SALVAÇÃO.
Jonas assentou-se, acomodou bem, para ver o grande espetáculo Nínivi sendo destruída por Deus. Ele queria ver fogo descendo do céu, e consumindo Nínivi e seus habitantes que profeta destruidor.
Jonas não pediria a morte em sua oração, se sua expectativa tivesse realizada.
Que tipo de pessoa, capaz de orar e reclamar com Deus, pelo que sua pregação não foi cumprida por Deus.
Deus frustou a expectativa de Jonas, porque houve arrependimento dos Ninivitas. Deus não pode ser incoerente, quanta a sua promessa do perdão.
Jonas fica revoltado contra Deus, não entende os caminhos nem os planos de Deus. O profeta Isaías afirma que os caminhos de Deus, não são os nossos caminhos, nem seus pensamentos os nossos pensamentos. Como Jonas reagiu diante da mudança da sentença contra Nínive.
Mais uma vez o profeta mostrou que não conhecia, como Deus trabalha, como Ele tem prazer na salvação dos povos.
? Quantas vezes não aceitamos o arrependimentos de pessoas que consideramos que não merecem.
? Quantas vezes desejamos até a morte de pessoas indesejadas
? Não aceitamos a idéia de salvação para algum grupo
? Quantas vezes afirmamos que determinada pessoa não merece salvação
? Muitas vezes nem falamos de Cristo para indivíduos que achamos que não vão aceitar mesmo Jesus.
? As prostitutas, os assassinos, os ladrões, achamos que não pode ser salvos.
Não podemos rotular as pessoas, nem classificá-las, como aqueles que merecem ou não da salvação.
Porque os samaritanos não recebera a Jesus, os discípulos quiseram destruir aquela aldeia, mas Jesus disse que Espirito dele era outro de salvar não destruir.
Jonas pensava que salvação era bênção exclusiva do seu povo. Como algumas Igreja que julgam serem melhor que as outras, e ainda deter a salvação como sua propriedade.
São os Jonas atuais, que também desejam que os demais serão destruídos, porque não fazem parte de seu grupo. Da mesma maneira que Jonas demonstrou não conhecer seu Deus. Hoje quantos grupos também não conhecem o Jesus da Bíblia, embora afirmam que conheça. Vivem com Jonas enganados quantos ao poder e vontade de Deus.
É muito fácil destruir, para quem não teve parte na criação, nem deseja ajudar pois dá trabalho.
Paulo o apóstolo afirma que Deus quer que todas pessoas chegue a conhecimento da verdade em Cristo, seja salvos.
Diante dessa declaração não podemos desejar a destruição de qualquer pessoas, mas sim devemos ser instrumentos para sua salvação.
Temos muitas vezes agido como Jonas agiu, se faz necessário pedir a Deus que mude nosso conceito, antes que nos transformemos num Jonas, profetas da destruição não da salvação.
Nossa cidade bairros e não precisa da salvação de Jesus Cristo. Essa é a expectativa de Deus

Conclusão: Como Igreja somos chamados em Cristo, não para viver em desacordo com os planos e vontades de Deus como Jonas. Mas que cada um de nós possa ser um profeta em nome de Cristo, para salvação muitas pessoas na certeza do poder do Evangelho anunciado que anunciamos. Amém
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
21/03/2012
COMO ACHAR TEMPO COM DEUS ?
Gastar tempo em nosso período devocional é como se não estivéssemos fazendo nada, comparado a algo mais "produtivo"... Em outras ocasiões, nosso "apetite" pelo Senhor é tão pequeno que escolhemos assistir televisão, ler um livro, ou fazer inúmeras outras atividades...
Lucas 10.38 - 42
[38] Indo eles de caminho, entrou Jesus num povoado. E certa mulher, chamada Marta, hospedou-o na sua casa.
[39] Tinha ela uma irmã, chamada Maria, e esta quedava-se assentada aos pés do Senhor a ouvir-lhe os ensinamentos.
[40] Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada em muitos serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me.
[41] Respondeu-lhe o Senhor: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas.
[42] Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.
Maria escolheu......
Boa parte..... Maria escolheu com base em seu discernimento de valores.
POR QUE NÃO DEDICAMOS MAIS TEMPO A DEUS ?
Por vezes não sabemos que decisão tomar e o que fazer com nosso tempo, ficando assim perdidos.
Muitas vezes preferimos assistir televisão, ler um livro, ou fazer inúmeras outras atividades.
A idéia de gastar longos períodos a sós com Deus, além de ser "coisa de preguiçosos", também é insensibilizar-se perante as prementes necessidades do mundo. No entanto o oposto é verdadeiro.
Êxodo 24.15-18
[15] Tendo Moisés subido, uma nuvem cobriu o monte.
[16] E a glória do SENHOR pousou sobre o monte Sinai, e a nuvem o cobriu por seis dias; ao sétimo dia, do meio da nuvem chamou o SENHOR a Moisés.
[17] O aspecto da glória do SENHOR era como um fogo consumidor no cimo do monte, aos olhos dos filhos de Israel.
[18] E Moisés, entrando pelo meio da nuvem, subiu ao monte; e lá permaneceu quarenta dias e quarenta noites.
Mateus 4.1-2
[1] A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.
[2] E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome.
O QUE ACONTECE QUANDO PASSAMOS TEMPO COM DEUS ?
Cap. 24 e 34 de Êxodo: Duas vezes Deus levou Moisés ao Monte...
Êxodo 34. 5 -11
[5] Tendo o SENHOR descido na nuvem, ali esteve junto dele e proclamou o nome do SENHOR.
[6] E, passando o SENHOR por diante dele, clamou: SENHOR, SENHOR Deus compassivo, clemente e longânimo e grande em misericórdia e fidelidade;
[7] que guarda a misericórdia em mil gerações, que perdoa a iniqüidade, a transgressão e o pecado, ainda que não inocenta o culpado, e visita a iniqüidade dos pais nos filhos e nos filhos dos filhos, até à terceira e quarta geração!
[8] E, imediatamente, curvando-se Moisés para a terra, o adorou;
[9] e disse: Senhor, se, agora, achei graça aos teus olhos, segue em nosso meio conosco; porque este povo é de dura cerviz. Perdoa a nossa iniqüidade e o nosso pecado e toma-nos por tua herança.
[10] Então, disse: Eis que faço uma aliança; diante de todo o teu povo farei maravilhas que nunca se fizeram em toda a terra, nem entre nação alguma, de maneira que todo este povo, em cujo meio tu estás, veja a obra do SENHOR; porque coisa terrível é o que faço contigo.
[11] Guarda o que eu te ordeno hoje: eis que lançarei fora da sua presença os amorreus, os cananeus, os heteus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus.
Moises foi transformado por aqueles dias na presença de Deus. O texto diz que sua face resplandecia por ter falado com o Senhor.
Êxodo 34.29-35
[29] Quando desceu Moisés do monte Sinai, tendo nas mãos as duas tábuas do Testemunho, sim, quando desceu do monte, não sabia Moisés que a pele do seu rosto resplandecia, depois de haver Deus falado com ele.
[30] Olhando Arão e todos os filhos de Israel para Moisés, eis que resplandecia a pele do seu rosto; e temeram chegar-se a ele.
[31] Então, Moisés os chamou; Arão e todos os príncipes da congregação tornaram a ele, e Moisés lhes falou.
[32] Depois, vieram também todos os filhos de Israel, aos quais ordenou ele tudo o que o SENHOR lhe falara no monte Sinai.
[33] Tendo Moisés acabado de falar com eles, pôs um véu sobre o rosto.
[34] Porém, vindo Moisés perante o SENHOR para falar-lhe, removia o véu até sair; e, saindo, dizia aos filhos de Israel tudo o que lhe tinha sido ordenado.
[35] Assim, pois, viam os filhos de Israel o rosto de Moisés, viam que a pele do seu rosto resplandecia; porém Moisés cobria de novo o rosto com o véu até entrar a falar com ele.
Até o Senhor Jesus passou 40 dias sozinho no deserto, onde ganhou batalhas espirituais que estabeleceram o alicerce de seu ministério público.
Mateus 4.1-2
[1] A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.
[2] E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome.
Antes de escolher seus doze discípulos, Jesus passou uma noite em oração.
Lucas 6.12-15
Beneficios de Gastar tempo com Deus
(2 SAMUEL Cap: 12)
[1] O SENHOR enviou Natã a Davi. Chegando Natã a Davi, disse-lhe: Havia numa cidade dois homens, um rico e outro pobre.
[2] Tinha o rico ovelhas e gado em grande número;
[3] mas o pobre não tinha coisa nenhuma, senão uma cordeirinha que comprara e criara, e que em sua casa crescera, junto com seus filhos; comia do seu bocado e do seu copo bebia; dormia nos seus braços, e a tinha como filha.
[4] Vindo um viajante ao homem rico, não quis este tomar das suas ovelhas e do gado para dar de comer ao viajante que viera a ele; mas tomou a cordeirinha do homem pobre e a preparou para o homem que lhe havia chegado.
[5] Então, o furor de Davi se acendeu sobremaneira contra aquele homem, e disse a Natã: Tão certo como vive o SENHOR, o homem que fez isso deve ser morto.
[6] E pela cordeirinha restituirá quatro vezes, porque fez tal coisa e porque não se compadeceu.
[7] Então, disse Natã a Davi: Tu és o homem. Assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre Israel e eu te livrei das mãos de Saul;
[8] dei-te a casa de teu senhor e as mulheres de teu senhor em teus braços e também te dei a casa de Israel e de Judá; e, se isto fora pouco, eu teria acrescentado tais e tais coisas.
[9] Por que, pois, desprezaste a palavra do SENHOR, fazendo o que era mal perante ele? A Urias, o heteu, feriste à espada; e a sua mulher tomaste por mulher, depois de o matar com a espada dos filhos de Amom.
[10] Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher.
[11] Assim diz o SENHOR: Eis que da tua própria casa suscitarei o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres à tua própria vista, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com elas, em plena luz deste sol.
[12] Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei isto perante todo o Israel e perante o sol.
[13] Então, disse Davi a Natã: Pequei contra o SENHOR. Disse Natã a Davi: Também o SENHOR te perdoou o teu pecado; não morrerás.
[14] Mas, posto que com isto deste motivo a que blasfemassem os inimigos do SENHOR, também o filho que te nasceu morrerá.
[15] Então, Natã foi para sua casa. E o SENHOR feriu a criança que a mulher de Urias dera à luz a Davi; e a criança adoeceu gravemente.
[16] Buscou Davi a Deus pela criança; jejuou Davi e, vindo, passou a noite prostrado em terra.
[17] Então, os anciãos da sua casa se achegaram a ele, para o levantar da terra; porém ele não quis e não comeu com eles.
[18] Ao sétimo dia, morreu a criança; e temiam os servos de Davi informá-lo de que a criança era morta, porque diziam: Eis que, estando a criança ainda viva, lhe falávamos, porém não dava ouvidos à nossa voz; como, pois, lhe diremos que a criança é morta? Porque mais se afligirá.
[19] Viu, porém, Davi que seus servos cochichavam uns com os outros e entendeu que a criança era morta, pelo que disse aos seus servos: É morta a criança? Eles responderam: Morreu.
[20] Então, Davi se levantou da terra; lavou-se, ungiu-se, mudou de vestes, entrou na Casa do SENHOR e adorou; depois, veio para sua casa e pediu pão; puseram-no diante dele, e ele comeu.
[21] Disseram-lhe seus servos: Que é isto que fizeste? Pela criança viva jejuaste e choraste; porém, depois que ela morreu, te levantaste e comeste pão.
[22] Respondeu ele: Vivendo ainda a criança, jejuei e chorei, porque dizia: Quem sabe se o SENHOR se compadecerá de mim, e continuará viva a criança?
[23] Porém, agora que é morta, por que jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará            para mim.
[24] Então, Davi veio a Bate-Seba, consolou-a e se deitou com ela; teve ela um filho a quem Davi deu o nome de Salomão; e o SENHOR o amou.
[25] Davi o entregou nas mãos do profeta Natã, e este lhe chamou Jedidias, por amor do SENHOR.
[26] Entretanto, pelejou Joabe contra Rabá, dos filhos de Amom, e tomou a cidade real.
[27] Então, mandou Joabe mensageiros a Davi e disse: Pelejei contra Rabá e tomei a cidade das águas.
[28] Ajunta, pois, agora o resto do povo, e cerca a cidade, e toma-a, para não suceder que, tomando-a eu, se aclame sobre ela o meu nome.
[29] Reuniu, pois, Davi a todo o povo, e marchou para Rabá, e pelejou contra ela, e a tomou.
[30] Tirou a coroa da cabeça do seu rei; o peso da coroa era de um talento de ouro, e havia nela pedras preciosas, e foi posta na cabeça de Davi; e da cidade levou mui grande despojo.
[31] Trazendo o povo que havia nela, fê-lo passar a serras, e a picaretas, e a machados de ferro, e em fornos de tijolos; e assim fez a todas as cidades dos filhos de Amom. Voltou Davi com todo o povo para Jerusalém.
Tempo gasto com Deus ---> Receptividade à Sua vontade
Também aumenta nosso amor por Ele e nos fortifica para que ministremos a outros.
Deus não considera desperdicio de tempo quando examinamos nossas vidas em Sua presença, consideramos nossos pecados, a direção a tomar nossas vidas, nossos valores e o que faremos com o restante dos anos que teremos a nossa frente.

Gastar Tempo com Deus:
Parar e refletir e definir as alterações que se farão necessárias
Mateus 6.31-33

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário